O que é Evangelho da Restauração

O que é Evangelho da Restauração?

O Evangelho da Restauração é uma doutrina religiosa que surgiu nos Estados Unidos no início do século XIX. É uma crença que se baseia na ideia de que a Igreja Cristã primitiva foi corrompida ao longo dos séculos e que, por meio de revelações divinas, essa igreja foi restaurada em sua forma original. Essa restauração teria sido realizada por meio do profeta Joseph Smith, que fundou a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, também conhecida como Igreja Mórmon.

A história do Evangelho da Restauração

A história do Evangelho da Restauração remonta ao início do século XIX, nos Estados Unidos. Nessa época, havia um clima de fervor religioso e muitas pessoas buscavam respostas para suas dúvidas e anseios espirituais. Foi nesse contexto que Joseph Smith, um jovem fazendeiro, afirmou ter recebido uma revelação divina que o levou a encontrar e traduzir um antigo registro sagrado conhecido como o Livro de Mórmon.

De acordo com a crença dos seguidores do Evangelho da Restauração, o Livro de Mórmon é um registro de povos antigos que viveram nas Américas e que tiveram experiências espirituais semelhantes às descritas na Bíblia. Esses povos teriam sido visitados por Jesus Cristo após sua ressurreição e teriam recebido ensinamentos e ordenanças sagradas.

Os princípios do Evangelho da Restauração

O Evangelho da Restauração se baseia em princípios fundamentais que são considerados essenciais para a salvação e a vida eterna. Esses princípios incluem a fé em Jesus Cristo, o arrependimento, o batismo por imersão, a imposição de mãos para o recebimento do Espírito Santo e a perseverança até o fim.

Os seguidores do Evangelho da Restauração acreditam que a em Jesus Cristo é o primeiro passo para se aproximar de Deus e receber suas bênçãos. O arrependimento é considerado essencial para se livrar dos pecados e buscar uma vida de retidão. O batismo por imersão é visto como uma ordenança sagrada que simboliza o compromisso de seguir a Cristo e entrar em um novo convênio com Deus.

A organização da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, ou Igreja Mórmon, é a organização religiosa que se baseia no Evangelho da Restauração. Ela foi fundada por Joseph Smith em 1830 e tem como objetivo principal ensinar e praticar os princípios do Evangelho.

A Igreja Mórmon é uma igreja hierárquica, com uma estrutura organizacional bem definida. Ela é liderada por um profeta e presidente, que é considerado o porta-voz de Deus na Terra. Além do presidente, a igreja é dividida em estacas, que são unidades geográficas que abrangem várias congregações locais chamadas de alas.

As escrituras do Evangelho da Restauração

Além da Bíblia, os seguidores do Evangelho da Restauração consideram o Livro de Mórmon como uma escritura sagrada. Eles acreditam que o Livro de Mórmon é uma testemunha adicional de Jesus Cristo e contém ensinamentos e relatos de profetas antigos que viveram nas Américas.

Além do Livro de Mórmon, os mórmons também consideram outros livros como escrituras sagradas, como a Doutrina e Convênios e a Pérola de Grande Valor. Esses livros contêm revelações e ensinamentos adicionais que foram recebidos pelos profetas modernos da igreja.

As práticas e rituais do Evangelho da Restauração

Os seguidores do Evangelho da Restauração têm várias práticas e rituais que são considerados sagrados e essenciais para a vida religiosa. Além do batismo por imersão e da imposição de mãos para o recebimento do Espírito Santo, eles também praticam a ordenança do sacramento, que é uma cerimônia semanal em que os membros renovam seus convênios com Deus.

Outra prática importante é a realização de ordenanças sagradas nos templos mórmons. Essas ordenanças incluem o batismo pelos mortos, o casamento eterno e a investidura, que é uma cerimônia em que os membros recebem ensinamentos e promessas sagradas.

A influência do Evangelho da Restauração no mundo

O Evangelho da Restauração teve uma influência significativa no mundo religioso e cultural. A Igreja Mórmon cresceu rapidamente desde sua fundação e atualmente possui milhões de membros em todo o mundo.

Além disso, a Igreja Mórmon tem sido ativa em várias áreas, como a educação, a ajuda humanitária e a promoção da família. Os mórmons são conhecidos por sua ênfase na importância da família e por suas práticas de bem-estar social, como o armazenamento de alimentos e a autossuficiência.

Os desafios e críticas ao Evangelho da Restauração

O Evangelho da Restauração também enfrentou desafios e críticas ao longo de sua história. Alguns críticos questionam a autenticidade do Livro de Mórmon e a veracidade das revelações recebidas por Joseph Smith. Outros questionam as práticas e políticas da igreja, como a exclusão de mulheres do sacerdócio e a posição em relação à homossexualidade.

Apesar das críticas, os seguidores do Evangelho da Restauração continuam acreditando na veracidade de sua fé e na importância de seus ensinamentos. Eles veem o Evangelho da Restauração como uma fonte de esperança, orientação e propósito em suas vidas.

Conclusão

Em resumo, o Evangelho da Restauração é uma doutrina religiosa que acredita na restauração da Igreja Cristã primitiva por meio de revelações divinas. Essa restauração teria sido realizada por meio do profeta Joseph Smith, que fundou a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Os seguidores do Evangelho da Restauração baseiam sua fé em princípios como a fé em Jesus Cristo, o arrependimento, o batismo por imersão e a perseverança até o fim. A Igreja Mórmon, que se baseia no Evangelho da Restauração, tem uma estrutura organizacional hierárquica e considera o Livro de Mórmon como uma escritura sagrada. Apesar dos desafios e críticas, o Evangelho da Restauração continua a ter uma influência significativa no mundo religioso e cultural.